img-famyle-logo-cor-horizontal
empregada domestica

Quais são os direitos da empregada doméstica?

Índice

É comum que as pessoas ainda tenham dúvidas sobre quais são os direitos da empregada doméstica, tanto aqueles que desejam contratar, como os profissionais que desejam trabalhar na área. É muito importante se atentar a essas informações, pois através da Lei Complementar n°150 e a Emenda Constitucional n°72, foi regulamentado e ampliado alguns direitos importantes para a categoria de empregados domésticos.

A PEC das Domésticas surgiu para garantir que as empregadas domésticas que trabalham com registro em carteira tenham seus direitos trabalhistas assegurados e que as famílias contratantes regulamentem o trabalho doméstico daqueles que atuam com frequência mínima de 3 dias semanais.

Para entender quais são esses direitos e como contratar e trabalhar de acordo com os termos estabelecidos por lei, separamos neste artigo algumas informações importantes, acompanhe!

Contrate empregada doméstica qualificada perto de sua casa

Quais são os direitos que devem ser garantidos ao contratar uma empregada doméstica?

empregada doméstica famyle

Contratar uma empregada doméstica pode facilitar muito a vida e a rotina de uma família, mas para que isso aconteça é preciso saber quais são os direitos que devem ser garantidos ao contratar a empregada doméstica, para que seja feito a contratação respeitando as questões legais, evitando qualquer tipo de processo ou transtorno com as questões trabalhistas.

Confira os pontos importantes para observar quando realizar a contratação da empregada doméstica:

1. Registro na Carteira de Trabalho (CLT)

O primeiro direito da lista é o registro na carteira de trabalho. Através da realização desse registro oficial, seu funcionário poderá ter a certeza de que seus direitos estão protegidos e serão garantidos, assegurados.

Vale ressaltar aqui a diferença entre a diarista e a empregada doméstica. A diarista não precisa ter o registro firmado na carteira de trabalho, mas pode trabalhar com a frequência máxima de 2 dias por semana, sem exceção. A partir do momento que a empregada trabalha por 3 dias ou mais na mesma semana, por lei, ela é considerada empregada doméstica e você é obrigado a fazer o registro de trabalho na carteira e contribuir com o e-Social.

Contrate empregada doméstica qualificada perto de sua casa

2. Salário da empregada doméstica

A empregada doméstica deve ter garantido o pagamento de ao menos um salário mínimo, que pode ser determinado através do piso nacional ou estadual, que chamamos de salário mínimo regional.

Mas o que isso significa?  Bem, o salário mínimo nacional é o valor definido pelo governo federal, enquanto o salário mínimo regional é definido por um estado individual. 

Hoje apenas Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul possuem piso regional para categorias de trabalho. Então você deverá se atentar e se informar sobre o valor do salário mínimo regional caso esteja morando em um deles.

3. Garantia contra redução salarial

O empregador não pode cortar ou reduzir o salário de seus funcionários por nenhum motivo, desde que eles tenham um contrato formal e registro CLT.

Mesmo em casos em que o valor do salário estabelecido seja maior que o salário mínimo, após o registro não é possível reduzir o salário se as condições de trabalho permanecerem as mesmas, ainda que se mantenha a intenção acima do valor mínimo, não se pode reduzir o salário do empregado doméstico.

4. Décimo Terceiro Salário

Como o nome já sugere, o décimo terceiro salário é o pagamento de um salário extra que deve ser pago em duas parcelas durante o ano. Sendo a primeira parcela paga entre fevereiro e novembro e a segunda somente em dezembro.

5. Jornada do trabalho

A jornada de trabalho diz respeito ao tempo em que a empregada doméstica deverá trabalhar. Deve ser estipulada de acordo com a hora máxima de trabalho diário e semanal.

A carga horária para as empregadas domésticas é de até 8 horas por dia e 44 horas máximas por semana.

Dentro desse período é preciso respeitar os horários de intervalos. A empregada doméstica tem direito a uma pausa todos os dias para descansar ou se alimentar, de no mínimo 1 hora. Nessa pausa, a empregada pode permanecer no ambiente de trabalho, mas caso seja necessário que ela faça algum trabalho durante esse período de pausa, o empregador deverá pagar adicional de horas extras.

6. Repouso remunerado semanal

O repouso remunerado, conhecido como folga semanal, é direito do trabalhador doméstico e na lei estabelece que deve ser cumprido o tempo de 24 horas de repouso, preferencialmente aos domingos ou finais de semana. Portanto o empregado doméstico não pode trabalhar 7 dias consecutivos, é obrigação que seja cumprido o tempo de folga.

Contrate empregada doméstica qualificada perto de sua casa

7. Escala 12×36

É possível contratar a empregada doméstica em escalas de trabalho 12×36, em que a funcionária irá trabalhar por 12 horas seguidas, cumprindo os horários de pausa, e após o cumprimento das 12 horas de trabalho recebe 36 horas de folga.

Esse modelo de contratação para empregadas domésticas é considerado para os casos em que a empregada dorme na residência ou no ambiente de trabalho.

8. Assistência de transporte

Caso a empregada doméstica seja residente de uma casa que fique no mínimo a 2 km de distância do seu ambiente de trabalho e use transporte público ou particular para se deslocar, o empregador deve pagar um vale-transporte coerente com o custo de ida e volta todos os dias para a funcionária.

9. Horas extras e adicionais no salário

Se você pedir ao seu funcionário para fazer hora extra, ele tem direito a pelo menos um valor igual a uma hora trabalhada e mais 50% desse valor. 

Ou seja, para entender melhor, lembre-se que uma hora de trabalho extra terá o custo de uma hora e meia de trabalho normal. Mas para encontrar o valor exato existe uma regra, preste atenção nela. 

Você deve dividir o valor bruto do salário dos funcionários para cada dia de trabalho da jornada estabelecida. Por exemplo, a jornada de trabalho para quem trabalha 44 horas semanais é 220 horas, enquanto para quem trabalha 40 horas semanais é 200 horas. 

Depois de dividir o valor bruto do salário do empregado pela jornada correta, você tem o valor de um hora. 

Depois é só o valor de uma hora mais meia hora, ou seja uma hora extra = uma hora e meia de custo.

Estes são alguns dos principais pontos de direitos trabalhistas que devem ser levados em consideração ao pensar em contratar uma empregada doméstica. Para contratar, lembre-se, é preciso estabelecer a jornada de trabalho e realizar o registro CLT, para garantir que seja feito um contrato de acordo com as especificações das leis trabalhistas.

Contrate empregada doméstica qualificada perto de sua casa

Quer contratar uma Empregada Doméstica?

Você quer contratar uma Empregada Doméstica e não sabe por onde começar? Não se preocupe. O Famyle está aqui para te ajudar em tudo o que precisar e garantir que você encontre alguém que encaixe perfeitamente com suas necessidades! Crie uma vaga agora, corre baixar nosso aplicativo e deixe que a gente cuide de você e de sua família! 

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Categorias

Posts Recentes

Compartilhe em suas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on reddit
Share on whatsapp

Tags

Posts Relacionados

organização

5 passos para um espaço rapidamente organizado

A palavra-chave para uma faxina de qualidade pode estar na organização que a pessoa responsável por tal tarefa adotar para a realização deste trabalho. Algo

babysitting

8 Erros a evitar durante o babysitting em 2022

Você sabe o quanto você pode aprender como trabalhar com babysitting?  Em primeiro lugar, você pode ajudar a construir habilidades parentais que podem ser usadas