logo-blog
Search
babás

Quais os direitos de uma cuidadora infantil?

Índice

No contexto atual, onde cada vez mais famílias têm pais e mães inseridos no mercado de trabalho, a figura da cuidadora infantil desempenha um papel fundamental na criação e educação das crianças. 

Essas profissionais dedicadas e essenciais são responsáveis por zelar pelo bem-estar e desenvolvimento dos pequenos em ausência dos pais, tornando-se uma extensão do ambiente familiar. 

No entanto, em meio às suas nobres atribuições, é crucial compreender e garantir os direitos que amparam e protegem essas cuidadoras. 

Neste contexto, este texto explorará os direitos essenciais que uma cuidadora infantil deve possuir, buscando promover a valorização e o respeito a essa importante categoria profissional.

O que é uma cuidadora infantil?

Cuidadora infantil é uma profissional que desempenha um papel essencial na vida das crianças, fornecendo cuidados e assistência diária. Seu trabalho envolve supervisionar as atividades da criança, garantindo sua segurança e bem-estar em todos os momentos.

A cuidadora infantil também desempenha um papel importante na estimulação do desenvolvimento cognitivo, emocional e social da criança, oferecendo apoio afetivo e oportunidades para a exploração do mundo ao seu redor.

Além de garantir as necessidades básicas da criança, como alimentação adequada e higiene, a cuidadora infantil também é responsável por criar um ambiente acolhedor e estimulante. 

Ela pode realizar atividades lúdicas, jogos educacionais e interações sociais, incentivando o aprendizado e o crescimento saudável da criança. 

Sua dedicação, paciência e habilidade para lidar com situações diversas são fundamentais para construir um vínculo de confiança com a criança e para auxiliar os pais ou responsáveis no cuidado e educação dos pequenos.

Quais os direitos trabalhistas de uma cuidadora infantil?

No Brasil, a cuidadora infantil tem seus direitos trabalhistas garantidos pela Constituição Federal e pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 

Ela deve ser formalmente contratada, com registro em carteira de trabalho, o que lhe garante direitos como salário mínimo, jornada de trabalho de no máximo 44 horas semanais (ou 8 horas diárias) e horas extras remuneradas, caso trabalhe além da carga horária estabelecida.

Além disso, a cuidadora tem direito a férias remuneradas de 30 dias após completar um ano de trabalho, com acréscimo de um terço no salário durante esse período. 

Ela também deve receber o 13º salário, que é pago em duas parcelas, sendo a primeira até novembro e a segunda até o final de dezembro.

 É importante ressaltar que a cuidadora tem direito a todos os benefícios previdenciários, como aposentadoria e auxílio-doença, desde que contribua para a Previdência Social. 

Caso a cuidadora seja demitida sem justa causa, ela tem direito a receber o aviso prévio e a multa rescisória de 40% sobre o saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). 

É imprescindível que o empregador cumpra com todas as obrigações trabalhistas e previdenciárias para garantir os direitos e a dignidade da cuidadora infantil.

Posso contratar uma cuidadora por meio período apenas?

Sim, é possível contratar uma cuidadora infantil por meio período no Brasil. Nesse tipo de contrato, a jornada de trabalho da cuidadora será reduzida, geralmente não ultrapassando 4 horas diárias ou 20 horas semanais. 

Mesmo com o contrato de trabalho em meio período, a cuidadora ainda terá direitos trabalhistas garantidos, como registro em carteira de trabalho, salário proporcional às horas trabalhadas, férias proporcionais ao tempo de serviço, 13º salário proporcional e contribuição para a Previdência Social, o que lhe assegura os benefícios previdenciários.

Além disso, a cuidadora também terá direito a todas as proteções previstas na CLT, como descanso semanal remunerado e pagamento de horas extras, caso trabalhe além da jornada contratada. 

É fundamental que o contrato seja claro quanto à jornada de trabalho e que todas as obrigações trabalhistas sejam cumpridas corretamente pelo empregador, para garantir os direitos e o bem-estar da cuidadora infantil durante o período em que estiver prestando seus serviços.

Como selecionar a cuidadora perfeita?

Selecionar a cuidadora infantil perfeita requer atenção e cuidado. O primeiro passo é definir claramente quais são as necessidades da criança, como idade, personalidade e eventuais necessidades especiais. 

Em seguida, é importante realizar uma entrevista detalhada com as candidatas, buscando informações sobre sua experiência anterior, habilidades, referências e formação na área. Verificar a compatibilidade da cuidadora com a rotina da família e sua capacidade de se adaptar a diferentes situações também é essencial. 

Além disso, é válido realizar uma etapa de observação, permitindo que a cuidadora interaja com a criança em momentos reais de cuidado para avaliar sua atuação e a relação com a criança.

Outro aspecto relevante é checar a idoneidade da candidata por meio de referências, conversando com ex-empregadores ou pessoas que já trabalharam com ela. 

Além disso, é recomendado realizar uma verificação de antecedentes criminais para garantir a segurança da família.

É importante estabelecer um contrato de trabalho claro, detalhando as responsabilidades e horários, bem como os direitos e benefícios assegurados pela legislação trabalhista.

Selecionar a cuidadora ideal exige paciência e diligência, mas o esforço valerá a pena ao encontrar uma profissional confiável e carinhosa que proporcionará um ambiente seguro e amoroso para o desenvolvimento da criança.

Quer contratar um cuidador infantil?

Você quer contratar um cuidador infantil e não sabe por onde começar? Não se preocupe. O Famyle está aqui para te ajudar em tudo o que precisar e garantir que você encontre alguém que encaixe perfeitamente com suas necessidades! Crie uma vaga agora, corre baixar nosso aplicativo e deixe que a gente cuide de você e de sua família! 

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe!

Posts Relacionados

pessoa lavando as mãos

Todos os direitos das Empregadas domésticas

  Saber quais são todo os direitos das empregadas domésticas é fundamental antes de realizar uma contratação, isso porque, muitas vezes a sua necessidade não

Oprah Winfrey

7 mulheres empreendedoras e o que aprendemos com elas

Há séculos mulheres empreendedoras inspiram outras gerações com suas histórias de superação, conquistas e lições de vida. Muitas tiveram que lidar intensamente contra as adversidades

diarista

Critérios para Escolher uma Diarista Confiável

Ao escolher uma diarista confiável para cuidar da limpeza de sua casa, é essencial considerar vários critérios importantes.  Desde a confiabilidade até a qualidade do

enfermeira pediatrica

Enfermeira Pediátrica como Apoio aos Pais

Quando se trata da saúde e bem-estar dos filhos, os pais muitas vezes se encontram navegando em águas desconhecidas, especialmente quando enfrentam desafios médicos.  Nesses