img-famyle-logo-cor-horizontal
empregada domestica

Como se preparar para ter uma empregada doméstica?

Índice

Para se preparar para ter uma empregada doméstica é preciso saber o que fazer para motivá-la e garantir uma relação produtiva e satisfatória.

Na sociedade brasileira, as empregadas domésticas sempre foram muito importantes, apoiando a rotina de diversas famílias, contribuindo para a manutenção da casa e desempenhando diversas funções.

Houve a formalização dos seus direitos há alguns anos, de modo que em muitas regiões, se tornaram profissionais super disputadas.

Portanto é importante valorizar a empregada doméstica, vendo como você pode ajudá-la a se desenvolver em sua função e ser mais produtiva, dando mais oportunidades de realizar suas tarefas e obter salários e condições ainda melhores.

Produtividade e relacionamento

Visando uma relação sempre positiva para que o trabalho entregue seja de qualidade, é fundamental que ambas as partes estejam satisfeitas. Uma forma de motivar sua empregada doméstica e garantir essa satisfação é ter uma diálogo aberto e jamais falhar no pagamento.

Você pode optar por antecipar cheque pré datado e deve organizar uma agenda com as datas de pagamento, atentando-se aos feriados e calculando os dias úteis. Você pode usar o internet banking do seu banco para programar os pagamentos e ter um problema a menos para se preocupar.

Instruções e exigências com a empregada doméstica

Cada um gosta da arrumação da própria casa de uma forma, e sua empregada doméstica certamente conta com seu ritmo de trabalho, que pode ou não agradar você. 

Então não espere que a pessoa adivinhe o que você quer e tome a frente, afinal, conversar é sempre a melhor solução.

Logo no primeiro dia, sente-se para conversar e passar uma lista de instruções e exigências, deixando uma cópia com a empregada. Essas instruções podem ser:

  • Passar apenas o produto X no chão;
  • Não tirar os livros da estante;
  • Ou espanar os livros todos os dias;
  • X objeto tem grande valor sentimental, tomar cuidado extra;
  • Não usar produtos com cheiro forte;
  • Fumar do lado de fora ou na sacada;
  • Limpar diariamente o corrimão de alumínio para escada caracol.

O fundamental aqui é tornar suas expectativas claras com a empregada doméstica, pois nada que é combinado sai caro.

Experiência positiva e satisfação profissional

Além de uma comunicação assertiva, é importante estar atento à satisfação da empregada doméstica e a experiência positiva do seu trabalho, criando espaço para um bom relacionamento interpessoal com a profissional.

Escute-a e dê espaço para que se comunique e coloque sua opinião quanto às tarefas e atividades que desempenha.

Forneça autonomia e espaço para que a empregada doméstica execute suas tarefas, não sendo o tipo de chefe helicóptero que fica inspecionando cada passo e detalhe. Afinal de contas, ficar pressionando uma pessoa enquanto ela trabalha pode trazer péssimas consequências.

Cuidado com os pedidos extras, como polir uma lixeira coleta seletiva aço inox, sem prestar atenção em quão ocupada está sua empregada, pois isso pode acabar atrapalhando sua produtividade.

Tenha suas prioridades definidas, mas lembre-se que empregada doméstica não é uma babá.

Ambiente seguro

Tente se colocar no lugar de sua empregada doméstica por um segundo: ela foi contratada recentemente para trabalhar dentro da casa de uma pessoa completamente estranha com a qual ela não tem nenhuma afinidade ainda.

Por isso precisamos refletir sobre como nos sentiríamos na mesma posição. Visando uma boa motivação e produtividade, garanta um ambiente seguro e confortável para que ela trabalhe sem preocupações.

Uma forma de tornar o ambiente ainda mais seguro é investir no monitoramento remoto de câmeras para proteger o seu lar.

Ao receber sua nova empregada doméstica faça uma recepção positiva, apresentando os cômodos da casa e outros moradores. Aproveite para falar mais de você. Compartilhe com ela uma agenda com seus horários, como trabalho, cursos, faculdade e outros compromissos fixos.

Aproveite para reforçar regras positivas como ficar à vontade para usar o banheiro, para comer, ouvir música e tomar um banho se acontecer alguma emergência. 

Compartilhe com ela seus principais contatos como telefone e e-mail, reforçando que pode procurá-lo no que precisar.

Evite contato físico, no máximo um simpático aperto de mão. É preciso conhecer melhor o profissional para saber seus limites. Aliás, não force limites. Caso note que sua empregada doméstica não gosta muito de conversar, não fique puxando papo e dê um tempo a ela.

Outra forma de tornar sua casa um ambiente mais seguro é contratar uma empresa de instalação de alarme de incêndio.

Dê feedback para a empregada doméstica

Sabemos que apesar de você buscar tornar a experiência e o vínculo empregatício o mais positivo e confortável possível, você ainda tem suas expectativas e exigências.

Reserve um dia todo mês para uma breve conversa com sua empregada para dar um feedback, com pontos como:

  • Dizer o que está achando do trabalho;
  • Saber como ela se sente;
  • Dar novas instruções;
  • Chamar atenção para pontos importantes;
  • Cobrar alguma atividade que não foi executada satisfatoriamente;
  • Coletar uma lista de produtos para repor;
  • Entre outros.

E saiba ouvir, não sendo a única pessoa a falar durante o feedback. Trata-se de uma via de mão dupla, um diálogo, em que ambas as partes devem se ouvir.

Facilite o seu trabalho

Pense sobre o que você pode fazer para facilitar o trabalho de sua empregada doméstica, tendo os materiais de limpeza adequados, aparelhos eletrônicos que facilitem sua rotina, entre diversas ações.

Para auxiliá-la em suas funções de limpeza você pode investir no aluguel de aparelho lava jato, para limpezas pesadas.

Invista em capacitação profissional

Para que sua empregada doméstica seja ainda mais produtiva invista em sua capacitação. Mas isso não pode ser uma imposição, converse com ela sobre isso.

Usar a tecnologia e a informática, cursos de organização doméstica, cursos de idioma, capacitação em etiqueta, cursos de gastronomia ou culinária, entre outros, são excelentes opções.

Como treinar uma empregada doméstica

Para que sua empregada doméstica atenda suas expectativas é importante oferecer um treinamento especial para essas profissionais. Com isso você aumenta a eficiência do serviço realizado e ainda garante a satisfação de todos.

Uma dica importante para se proteger, é exigir o uso de máscara, que você pode comprar em um atacado de máscara descartável. Preparamos algumas dicas importantes com tudo o que você deve fazer para realizar um treinamento completo com sua nova profissional.

  1. Defina as atividades

O primeiro ponto de um treinamento com sua empregada doméstica é definir quais atividades ela vai desempenhar. Existem muitas tarefas em uma casa, e você deve definir exatamente quais são responsabilidade da profissional, como:

  • Preparar as refeições;
  • Lavar;
  • Passar;
  • Faxinar a casa;
  • Cuidar de animais de estimação;
  • Cuidar das crianças;
  • Fazer compras no supermercado;
  • Entre outras.

Nessa hora você precisa detalhar o máximo possível cada uma das ações, alinhando com a profissional suas expectativas.

  1. Determine a carga horária

Em conjunto com a empregada doméstica, estipule um horário de entrada e de saída para o trabalho. É importante que esse horário seja condizente com a quantidade de tarefas que precisam ser realizadas.

Para maior controle, você pode optar pela instalação de controle de acesso, ganhando controle sobre quem entra e sai de sua residência.

  1. Organize a rotina de trabalho

Trata-se de um dos passos mais importantes durante o treinamento de uma empregada doméstica. Afinal, organizar a rotina da profissional é essencial para a obtenção de um serviço de qualidade.

Então combine com sua empregada doméstica quais são as tarefas diárias e quais são as programadas para determinado dia. Detalhando tudo você deve separar as atividades conforme o dia de trabalho. Anexe esse documento em um local de fácil acesso, como na lavanderia.

  1. Produtos de limpeza em dia

É preciso que você forneça para sua empregada doméstica todos os itens necessários para a realização do serviço. Verifique periodicamente se na sua casa tem tudo que é preciso para o trabalho. Alguns itens essenciais são:

  • Baldes com alças;
  • Rodo;
  • Vassouras;
  • Panos;
  • Escova de pia;
  • Luvas;
  • Produtos de limpeza;
  • Buchas;
  • Mesa e ferro de passar roupa;
  • Máquina de lavar.

Confira se todos os equipamentos estão em boas condições, para que a empregada doméstica possa executar seu trabalho sem dificuldades.

Considerações finais

Além de tudo que você viu até aqui neste artigo, um dos pontos mais importantes quando falamos no treinamento de uma nova empregada doméstica é a etiqueta de comportamento.

Oriente a profissional sobre suas expectativas, fator essencial para gerar uma parceria de sucesso. Da mesma forma que em todo trabalho, é preciso garantir que a empregada doméstica siga uma etiqueta de comportamento durante seu expediente.

Então instrua a profissional sobre questões básicas, como utilizar o celular apenas em casos de emergência. Neste artigo você viu muitas dicas de como pode se preparar na hora de contratar uma empregada doméstica para sua casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Categorias

Posts Recentes

Compartilhe em suas Mídias Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on reddit
Share on whatsapp

Tags

Posts Relacionados

organização

5 passos para um espaço rapidamente organizado

A palavra-chave para uma faxina de qualidade pode estar na organização que a pessoa responsável por tal tarefa adotar para a realização deste trabalho. Algo

babysitting

8 Erros a evitar durante o babysitting em 2022

Você sabe o quanto você pode aprender como trabalhar com babysitting?  Em primeiro lugar, você pode ajudar a construir habilidades parentais que podem ser usadas