logo-blog
Search
cuidador de idosos MEI

Como contratar um enfermeiro cuidador de idosos?

Índice

Novas necessidades surgem com o avançar da idade, principalmente após os 80 anos e, nessas situações, ter um enfermeiro cuidador de idosos pode ser muito importante.

Continue lendo para entender o que faz um enfermeiro de idosos, a diferença entre esse profissional e um cuidador, quais as vantagens de contratá-lo e dicas para você escolher o profissional certo. 

O que faz um enfermeiro de idosos?

Existe um importante papel desempenhado pelos profissionais de enfermagem no que tange o cuidado com os idosos. Eles podem e devem ser integrantes de uma equipe de saúde voltada para a pessoa na terceira idade.

Eles são responsáveis por dar suporte à vida do idoso, quando eles precisarem de cuidados especializados, como:

  • Administração de medicamentos injetáveis, orais e outros;
  • Limpeza de ferimentos e cuidados com curativos e pós-operatório;
  • Primeiros socorros em caso de emergências;
  • Administração de alimentos por sonda.

Sua empresa de saco de papel branco deve sempre se lembrar que esse profissional não prescreve medicamentos. Isso deve ser feito apenas por um médico.

Os enfermeiros também realizam outras funções mais básicas de cuidados, como cuidar da alimentação, cuidar da higiene pessoal do idoso, fazer caminhadas, cuidar em caso de eventuais doenças, entre outras atividades.

Enfermeiro x Cuidador de idosos

De forma simples e direta, podemos dizer que a principal diferença entre um cuidador de idosos e um enfermeiro está na formação profissional.

O cuidador normalmente tem uma qualificação em Gerontologia. Além disso, a profissão é pouco regulamentada, de forma que existem pessoas que não possuem formação acadêmica exercendo a profissão.

Essas pessoas cumprem outros requisitos básicos como ser maior de 18 anos, ter ensino fundamental completo e experiência com o cuidado de idosos.

Os enfermeiros, por sua vez, precisam passar por uma formação de Enfermagem, que pode ser um curso técnico, uma graduação ou um curso de Auxiliar de Enfermagem.

Quem faz o curso técnico se torna um profissional de nível médio, após 2 anos de estudo, de forma que temos um técnico em enfermagem.

Na graduação, a pessoa passa por um curso superior de quatro a cinco anos em uma universidade, para se tornar um enfermeiro.

E o curso de Auxiliar de Enfermagem tem duração de 15 meses, onde o profissional atua sob a supervisão do técnico ou do enfermeiro. O auxiliar de enfermagem têm atividades mais restritas, cuidando de casos de menor complexidade.

Para pessoas que querem se realizar com a possibilidade de salvar vidas, existem outras opções, como um curso de brigadista online.

Quais as vantagens?

Poder contar com um enfermeiro no cuidado com o idoso pode trazer diversas vantagens, como a maior liberdade para a família e a tranquilidade de que a pessoa estará bem cuidada.

Esse profissional tem rapidez para socorrer o idoso em casos de emergência, e podem atuar em períodos em que a família não pode estar presente, como nos finais de semana ou à noite.

Vale ressaltar também o cuidado especializado e com conhecimento técnico, pois o familiar pode não saber administrar medicamentos ou fazer outros procedimentos.

Como escolher o profissional a ser contratado?

Essa escolha depende das necessidades do paciente. Lembre-se que o cuidador de idosos e o enfermeiro têm um objetivo semelhante: garantir a saúde, o bem-estar e a segurança da pessoa.

Como sua empresa de mangueira de silicone transparente deve imaginar, na maioria das vezes podemos dizer que é mais indicado contratar um profissional de enfermagem, principalmente quando existem demandas de saúde ou em homecare.

Em casos que o idoso precise de alguém que o ajude com suas atividades diárias e faça companhia, o papel pode ser desempenhado muito bem por um cuidador de idosos.

A vantagem é que sua formação é específica para pessoas dessa faixa etária, de maneira que a maioria desses profissionais tem mais paciência e se identificam com os idosos. 

Preço e confiança

É preciso considerar também o preço que a família pode pagar. Normalmente a contratação de um cuidador de idosos é mais barata do que a de um profissional de enfermagem, pois o nível de capacitação é menor.

Outro ponto importante é que o idoso deve se sentir à vontade e confiar na pessoa que está cuidando dele. Você deve escolher com calma e considerar todos esses detalhes.

Considerações finais

Com uma distribuidora de seringas e agulhas pode perceber, as profissões de enfermeiro e cuidador de idosos possuem semelhanças e diferenças que precisam ser compreendidas por quem deseja contratar um desses profissionais.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Posts Relacionados

pessoa lavando as mãos

Todos os direitos das Empregadas domésticas

  Saber quais são todo os direitos das empregadas domésticas é fundamental antes de realizar uma contratação, isso porque, muitas vezes a sua necessidade não

Oprah Winfrey

7 mulheres empreendedoras e o que aprendemos com elas

Há séculos mulheres empreendedoras inspiram outras gerações com suas histórias de superação, conquistas e lições de vida. Muitas tiveram que lidar intensamente contra as adversidades

diarista

Critérios para Escolher uma Diarista Confiável

Ao escolher uma diarista confiável para cuidar da limpeza de sua casa, é essencial considerar vários critérios importantes.  Desde a confiabilidade até a qualidade do

enfermeira pediatrica

Enfermeira Pediátrica como Apoio aos Pais

Quando se trata da saúde e bem-estar dos filhos, os pais muitas vezes se encontram navegando em águas desconhecidas, especialmente quando enfrentam desafios médicos.  Nesses