logo-blog
Search
cuidador de idosos

Como contratar cuidador de idosos particular?

Índice

Contratar um cuidador de idosos nem sempre é uma tarefa fácil, afinal é uma grande responsabilidade. Devido a isso, é importante que se pesquise muito bem antes de fazer de fato a contratação.

Antes de tudo é importante que o idoso esteja ciente e saiba que será cuidado por alguém, afinal o intuito de uma cuidadora de idosos particular é proporcionar cuidado e conforto para essa pessoa, sendo assim nada mais justo que ele saiba quem irá cuidar dele.

Por isso é importante que se respeite os idosos e que eles não sejam tratados como inválidos, afinal todos nós vamos passar pela terceira idade em nossas vidas, seja você uma dona de casa ou um funcionário de uma fábrica de tubo de silicone.

De acordo com um estudo do perfil dos idosos responsáveis pelo domicílios, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até 2050 a população idosa do país irá triplicar.

Com o aumento da expectativa de vida da população brasileira, aumenta também a necessidade da contratação de profissionais qualificados para cuidar dessa população que vem crescendo.

Sendo assim, é importante que você entenda o que deve ser levado em consideração na hora de contratar cuidador de idosos ideal. Neste artigo separamos todas as informações que você precisa saber sobre o assunto.

Quando é necessário contratar um cuidador?

Saber qual é a hora certa para contratar um cuidador de idosos é muito importante, afinal cuidar dessas pessoas não é apenas adaptar a casa com rampa de acessibilidade, apoios no banheiro ou chão com piso antiderrapante, vai muito mais além.

Sem contar que negligenciar essa tarefa pode acabar fazendo com que ocorra acidentes graves com essas pessoas, afinal os idosos precisam contar com o apoio de outras pessoas para garantir conforto, segurança e qualidade de vida.

Nesses casos, a ajuda de um cuidador faz total diferença na rotina desse idoso, principalmente se ele tem algum problema de locomoção, seja para trajetos simples dentro de casa, ou para ir ao mercado comprar saco de papel branco, por exemplo.

Um cuidador também é recomendado nos casos em que os idosos não conseguem realizar tarefas simples, como cozinhar, limpar a casa ou qualquer outra tarefa que exija algum esforço físico.

Com isso, o cuidador consegue auxiliar esse idoso e ele pode continuar vivendo de forma independente na sua própria casa, sem precisar morar com um parente ou em uma casa de repouso ou algo do gênero.

Dessa forma, todos conseguem viver em harmonia, seja o parente que não precisa largar o seu emprego de instalação de aquecedor a gás, por exemplo, e o idoso que consegue viver em casa sem se sentir um peso para a sua família.

Podemos levar em consideração as seguintes situações para se contratar um cuidador de idosos:

  • Ter dificuldades para seguir sua rotina;
  • Ter dificuldades de executar as tarefas do dia;
  • Não querer se mudar para uma casa de repouso;
  • Não querer morar na casa de outras pessoas;
  • Ter uma casa segura para se locomover;
  • Não ter problemas de saúde que exigem cuidados especiais.

O cuidador pode ser alguém que ajude esse idoso em tarefas diárias como auxiliar na hora do banho, usar uma ducha higiênica para banheiro, lavar a louça, arrumar a casa, enfim, coisas do cotidiano.

O cuidador também pode prestar serviços de saúde, mas neste caso recomendamos que a família procure um profissional adequado, como enfermeiros que podem administrar a medicação correta, ou um fisioterapeuta caso seja necessário.

Para a contratação de funcionários ligados à saúde, é importante que a família cheque todas as informações para saber se ele realmente é capacitado, não basta ter apenas uniformes profissionais, é preciso que eles saibam realmente o que estão fazendo.

Como contratar um cuidador de idosos?

Existem algumas questões que precisam ser levadas em conta antes de contratar um cuidador de idosos, e a primeira delas é entender que a pessoa que irá cuidar do seu ente querido não é um produto na prateleira, assim como embalagens personalizadas para alimentos.

Dito isso, eles não são todos iguais, cada pessoa tem sua especificidade e não basta apenas escolher pelo menor preço, aliás esse é um grande erro. Entenda que essa pessoa irá passar a maior parte do tempo cuidando e zelando por quem você ama.

Após entender isso, é preciso que você siga as seguintes dicas:

  • Defina qual o perfil desejado do cuidador de idosos;
  • Quais as tarefas que precisam do cuidador de idosos;
  • Quais os dias e horários que exigem um cuidador;
  • Como fazer a seleção segura da cuidadora de idosos particular;
  • Modelos de contratação;
  • Planeje ter câmeras de monitoramento na residência;
  • Respeitar o tempo de descanso do cuidador.

Com essas diretrizes, fica mais fácil encontrar o cuidador ideal. Saiba que não será uma tarefa fácil, mas pense que é para o bem de todos e principalmente para o idoso em questão, afinal seu bem-estar deve ser prioridade.

Como fazer a seleção segura do cuidador?

Bom, agora que você já sabe quais etapas fazer antes de contratar um cuidador de idosos, é importante saber como fazer a seleção segura desse cuidador.

É importante que você tenha em mente que a contratação desse cuidador está relacionada a segurança desse idoso, por isso é importante que a seleção seja acompanhada pelos familiares,para que todos possam conhecer as pessoas que irão cuidar do seu familiar.

Para escolher um bom cuidador, é importante que você saiba quais são as recomendações e quais cursos essa pessoa fez para saber se ela realmente é habilitada para o cargo, além disso é importante saber as seguintes informações sobre essa pessoa:

  • Idade mínima de 18 anos;
  • Possuir ensino médio, estar cursando ou já ter completado;
  • Possuir curso de cuidador de idosos de 80 horas;
  • Caso não tenha curso de cuidador, ter cursado enfermagem;
  • Não ter antecedentes criminais;
  • Ter aptidão física e mental;
  • Experiência comprovada de no mínimo 3 meses.

Todos esses requisitos são fundamentais para capacitar uma pessoa ideal para cuidadora de idosos particular. É importante que você tenha mais de uma opção para ficar mais fácil na hora de escolher e ter certeza que fez a escolha certa.

Além disso, é recomendado que o cuidador de idosos seja paciente, afinal, por ter uma idade avançada, os idosos acabam sendo mais lentos ou não entendendo da forma correta uma tarefa.

Acima de tudo, esse cuidador precisa saber ouvir. As pessoas idosas adoram conversar e contar suas histórias, também é importante ser empático e entender o que essa pessoa está passando.

Outro ponto importante é ser atento, pois os idosos precisam de supervisão o tempo todo, qualquer deslize pode acabar em algum acidente grave, então o cuidador de idosos precisa ter noções de primeiros socorros justamente para caso aconteça algo.

Ele também precisa ser responsável, afinal é uma grande responsabilidade cuidar de alguém, sendo assim ele precisa ser pontual e estar atento a todos os compromissos do idoso, seja ir ao hospital, ao parque ou tomar seus remédios.

E por último, mas não menos importante, ele precisa ser discreto, visto que ele saberá toda a rotina do idoso e da família. É importante que essa pessoa mantenha discrição de tudo que viu e ouviu na casa e com os familiares de quem está cuidando.

A vida desse idoso precisa ser preservada e dos seus familiares também, talvez esse seja um dos pontos mais importantes a serem levados em conta.

O que faz um cuidador de pessoa idosa?

Para saber se o cuidador de idosos está trabalhando do jeito certo, é importante saber o que ele faz e qual rotina terá quando for contratado.

Antes de tudo, é importante que você saiba que as funções são bem relativas e elas podem mudar conforme o local de trabalho e o tipo de contrato que foi estabelecido no momento da contratação.

Veja a seguir alguns exemplos das atribuições que são comuns as agências de cuidadores de idosos:

  • Fazer companhia;
  • Proporcionar atividades de lazer;
  • Ser responsável pelos medicamento;
  • Acompanhá-lo em todos os lugares;
  • Adequar o ambiente conforme as necessidades da pessoa;
  • Auxiliar o idoso em tarefas domésticas;
  • Manter os familiares informados sobre a rotina do idoso;
  • Auxiliar o idoso durante todo o processo de higiene pessoal;
  • Preparar e servir as refeições.

Imagine que é com esse cuidador que o seu familiar irá viver seus dias, seja cozinhando, passeando pelo shopping ou criando camisetas sublimadas personalizadas, será a companhia e o auxílio durante sua rotina.

Como já dito, a escolha de uma pessoa para cuidar do seu familiar é bem difícil, mas saiba que não é impossível, é só ter um pouco de paciência e procurar uma agência de cuidadores, que tudo dará certo.

Quer contratar um cuidador de idosos?

Você quer contratar um cuidador de idosos e não sabe por onde começar? Não se preocupe. O Famyle está aqui para te ajudar em tudo o que precisar e garantir que você encontre alguém que encaixe perfeitamente com suas necessidades! Crie uma vaga agora, corre baixar nosso aplicativo e deixe que a gente cuide de você e de sua família! 

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Posts Relacionados

pessoa lavando as mãos

Todos os direitos das Empregadas domésticas

  Saber quais são todo os direitos das empregadas domésticas é fundamental antes de realizar uma contratação, isso porque, muitas vezes a sua necessidade não

Oprah Winfrey

7 mulheres empreendedoras e o que aprendemos com elas

Há séculos mulheres empreendedoras inspiram outras gerações com suas histórias de superação, conquistas e lições de vida. Muitas tiveram que lidar intensamente contra as adversidades

infantil

Cuidado infantil: Como se preparar para emergências

Preparar-se para emergências durante o cuidado infantil é uma responsabilidade crucial para pais, cuidadores e profissionais da área da saúde.  Diante da imprevisibilidade dos incidentes